REZAR A MISERICÓRDIA

Intimamente ligada com a oração está também a misericórdia. Primeiro refletir, pensar, rezar a misericórdia, entrar no mistério do coração misericordioso de Deus, que é Pai de Bondade, rico em misericórdia. Não só perdoa, mas alegra-se em perdoar (Lc 15,22-23). Acolhe o pecador, abraça-o, beija-o, faz festa, alegra-se com o seu regresso. Perdoa e ama-nos porque é bom e não por nós sermos bons. Perdão quase escandaloso que se traduz na vida de Jesus, a Amigo dos pecadores, pelo acolhimento, as refeições com publicanos e pecadores, os gestos concretos com Zaqueu, Madalena, Pedro, bom ladrão. O coração de Cristo revela a misericórdia do Pai, na largueza do seu perdão.

Depois de considerar este amor misericordioso, de pensar nele, de o rezar, brota no coração do cristão a súplica, a prece de perdão. «Senhor, tem piedade». Estas e outras súplicas de perdão, de clamor da misericórdia do Pai, de Cristo Jesus, do Espírito Divino, ajudar-nos-ão a crescer no amor, na confiança, na aceitação da misericórdia como dom precioso de Deus.

E a partir desta prece, feita acerca de nós e da necessidade de misericórdia, bem podemos intensifica-la e alargá-la aos outros. Jesus é o modelo pedindo perdão para os que O estão a matar. A oração da Igreja, segundo a palavra do Sumo Pontífice, o Papa Francisco, é a de chamar, suplicar a misericórdia para o mundo, para os homens, mesmo para aqueles que não sabem que precisam dela. Implorar ao Céu perdão para os crimes do mundo, para os males dos homens. Também neste sector a lista da súplica, a ladainha da prece parece não ter fim. Ir lembrando cada caso, cada sector, cada mal e suplicar perdão e misericórdia.

Check Also

Programa das Celebrações da Semana Santa na Paróquia de São Luís – Faro

Programa das Celebrações da Semana Santa de 2022 na Paróquia de Luís de Faro ________________________________________________ …